John Holloway é criticado em livro lançado por Diego Marques


John Holloway ficou famoso ao publicar o seu livro "Como mudar o mundo sem tomar o poder" e sua obra teve repercussão numa época em que o zapatismo também tinha influência nos movimentos políticos, partidos e setores da intelectualidade. Diego Marques apresenta uma crítica importante ao livro e teses de Holloway, resgatando o contexto histórico e social em que vivemos, o regime de acumulação integral, apontando as similaridades entre Holloway e o pós-estruturalismo, bem como a crítica leninista deste autor, para mostrar uma outra concepção crítica. Esta obra contribui para conhecer a obra de Holloway e seus limites, bem como nos ajuda a superar o canto da sereia de discursos ambíguos.


Sobre o autor:


Diego Marques é historiador e sociólogo, doutor em Ciências Sociais pela Universidade de Brasília, professor do IFGoiano (Instituto Federal Goiano) e organizador da obra "Educação em Foco" (Goiânia: Edições Redelp, 2020) e autor, com a coautoria de Gabriel Teles, de "Teoria e Sociologia do Movimento Estudantil" (Rio de Janeiro: Rizoma, 2019).


DADOS DO LIVRO:


Autor: Diego Marques

Título: John Holloway: Regime de Acumulação Integral e o Debate sobre Mudar o mundo sem tomar o poder.

Ano de publicação: 2020.

ISBN: 978-65-00-02542-2

Páginas: 70

LIVRO IMPRESSO

Preço: 16,00


Comprar.

61 visualizações
  • Facebook
  • Edições Enfrentamento
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram