Rememorar ou esquecer tem a ver com o poder!


Recordar é preciso! "Sem saber do passado, pouco saberemos das tendências do futuro" (Nildo Viana). A obra "Memória e Sociedade" ganha importância por tematizar a memória individual, a coletiva e a social, mostrando como a classe dominante manipula aquilo que é rememorado e aquilo que é esquecido. O autor desenvolve uma verdadeira teoria da memória, a começar pela individual, partindo da contribuição de psicólogos e psicanalistas (de Blondel ao gestaltista Koffka) e estruturando uma reflexão teórica sobre a memória social e coletiva (contando com a contribuição de sociólogos, historiadores, entre outros). Nildo Viana mostra que o que os indivíduos recordam ou o que as classes, grupos, sociedade, rememoram, não são produtos espontâneos do cérebro ou da mente e sim processos sociais e históricos. Um conjunto de conceitos são utilizados para explicar esse processo, no qual são apresentados os mecanismos de evocação das lembranças nas mentes individuais e o peso da sociedade nesse processo, como os processos mais amplos de formação de rememorações sociais são manipulados pelo aparato estatal e pela classe dominante, e, ainda, como a luta das demais classes, especialmente do proletariado, se desenvolve nesse processo. O embate entre resgate memorial e recuperação memorial é um dos pontos altos do livro, ao lada da complexa discussão sobre memória individual e da reflexão sobre simbolização memorial, que aborda a memória quando ela se manifesta como parte do processo da luta de classes e é usada pelas classes em conflito.


Título: Memória e Sociedade.

Subtítulo: A Luta pela Rememoração.

Autor: Nildo Viana.

Edição: 01

Editora: Edições Enfrentamento.

Páginas: 278

Ano: 2020.

ISBN: 978-65-88258-02-6


Sinopse:


A memória é um dos temas mais importantes da psicologia, mas também se manifesta na psicanálise, historiografia, sociologia e outras ciências. Existem muitas questões não respondidas satisfatoriamente ao seu respeito, tais como o que é a memória? Qual é a diferença entre memória individual e memória coletiva? Quais são os mecanismos de evocação de lembranças e rememoração? Qual é a relação entre memória e sociedade? Essas e outras questões são abordadas no presente livro, que aponta para uma concepção marxista da memória, mostrando o seu caráter social e seu envolvimento nas lutas de classes. Assim, a questão da memória não é um tema inocente, tal como aparece em várias abordagens e é justamente a superação dessa percepção ingênua da memória que o presente livro traz ao trabalhar a questão da memória individual, da memória coletiva e da memória social.


Comprar (livro impresso).

Ebook (consulte aba "onde comprar").



62 visualizações
  • Facebook
  • Edições Enfrentamento
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram